Criação de “paredes verdes” pode diminuir poluição até 30% nas cidades

Publicado Por: Sofia Jesus - 21• Jul•2012

ntervenções verdes nas cidades como a plantação de espécies vegetais em paredes podem diminuir a poluição até 30% nas cidades. Estes resultados foram divulgados nesta semana, num artigo do Journal of Environmental Science and Technology.

 

Estudos anteriores, já tinham demonstrado que intervenções verdes nas cidades removiam do ar o dióxido de azoto (NO2) e outras partículas, compostos prejudiciais para a saúde humana, mas só com uma eficácia de 5%.

No entanto, o modelo de computador usado nesta nova investigação chegou a um valor muito superior. O efeito dos vales urbanos (os edifícios altos alinhados nas ruas concentram o ar na região e impedem que a poluição atmosférica se liberte dali) pode ser usado para uma intervenção ecológica nas cidades.

“Inserir [paredes verdes] de forma estratégica pode ser uma forma relativamente fácil de controlar os problemas locais de poluição”, declarou o co-autor do artigo Rob Mackenzie, da Universidade de Birmingham, em entrevista à BBC.

As plantas trepadoras, como a hera, são muito usadas neste tipo de intervenção, mas este estudo ainda acrescenta que as árvores plantadas no passeio são também um bom filtro. No entanto, estas são mais eficazes em ruas com menor poluição, dado que, as árvores não conseguem filtrar acima da sua copa.

Em Portugal, o Dolce Vita Tejo já possui paredes verdes desde Janeiro de 2011.

Fonte Público

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *