Mais de 40 estudantes partem para aventura no mar

Publicado Por: Sónia Serol - 04• Ago•2012

Vasco Mota está no convés do “Creoula”, e troca as primeiras impressões com o grupo de estudantes que, a partir deste domingo, vão ser os seus companheiros de viagem. Aqueles que, durante 20 dias, vão estar ao seu lado, para o bem e para o mal.

Vasco tem 24 anos. Estuda Medicina na Universidade do Porto, é natural de Matosinhos e chegou a Ílhavo sexta-feira, onde o barco está atracado.

A primeira noite a bordo do antigo bacalhoeiro “foi melhor do que esperava”. Mas com o aproximar da hora da partida – que o levará, a bordo do navio, até aos Açores – os nervos começam a apertar, o coração começa a ficar miudinho e a adrenalina vai-se apoderando dele, aos poucos.

“Estou ansioso por esta aventura. Tenho as expectativas altas e acho que vai ser muito interessante”, revela o futuro médico. Para já, Vasco sabe, na teoria, o que vai fazer ao longo das próximas três semanas.

Mas a prática vai pô-lo à prova. “Já estamos divididos em grupos para trabalhar. Vamos fazer “quartos”, como os marinheiros, estar de vigia, aprender um pouco de navegação, estar na cozinha, entre outras coisas”, explica.

E o que leva um estudante de Medicina a embarcar numa aventura marítima? Vasco Mota é rápido na resposta. “Aqui aprende-se a trabalhar em equipa e, como médico, no futuro, também vou ter que o fazer”, frisa.

Fonte: Jornal de Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *