O Geocaching promete leva-lo a passear

Publicado Por: Manuel Serol - 25• Set•2012

Geocaching é o nome da uma atividade cada vez mais difundida em Portugal e de um modo geral em todo o mundo. Esta atividade promete leva-lo a lugares onde nunca pensou ir ou que nunca pensou existirem e muitos deles muito próximos do seu local de residência.

caça ao tesouro

A atividade nasceu nos Estados Unidos da América em 3 de Maio de 2000 por Dave Ulmer que após o fim da imposição de degradação do sinal de GPS escondeu a primeira cache. Rápidamente a moda se espalhou pelo mundo e hoje é uma atividade praticada por vários milhares de pessoas.

Antes do dia 1 de Maio de 2000 havia uma imposição militar que não permitia os equipamentos de GPS comerciais terem a precisão que têm hoje, mas com a redução dessa margem de erro para valores muito baixos hoje é permitido praticar atividades como a busca de caches.

A caches são no fundo o que faz mexer o geocaching que consiste num site onde os utilizadores se registam e criam um perfil. Há quem considere o geocaching como uma rede social mas o objectivo principal não é esse mas sim dar a possibilidade de fazer caças ao tesouro em todos os locais do mundo.

Uma vez registado o utilizador tem acesso a um vasto leque de caixas ou caches que estão escondidas em locais estratégicos. Essas caixas podem ter diversas dimensões, tal como formatos e pode ser necessário desvendar um mistério para a poder encontrar. Uma vez escolhida a caixa e após se ver os atributos da mesma (tamanho, nível de dificuldade de acesso, tipo de caixa, etç) é meter mãos à obra que neste caso significa colocar as coordenadas num GPS e ir ao encontro da mesma.

procurar caixas

A ideia está em leva-lo a passear, a exercitar o cerebro, a conhecer ou não outras pessoas, dependendo da sua vontade, tal como conhecer locais fantásticos que de outra forma nunca os iria descobrir. Uma vez descoberta a caixa deve ser retirada com cuidado para não a danificar e não dar nas vistas de possíveis “mugles” (nome utilizado para quem não conhece esta atividade) isto porque quando uma pessoa não sabe do que se trata e ao ver algum comportamento estrado de alguém à procura de algo o intuito natural é ir ver do que se trata. Uma vez que não estão dentro do assunto pode eventualmente haver problemas a nível de essa pessoa colocar a caixa noutro local ou até mesmo no lixo, portanto quando fizer geocaching preste atenção a este pormenor.

Com a caixa na mão o que tem que fazer é assinar com o seu nome e agradecer pelo facto de poder estar ali naquele momento a fazer geocaching. Esta atividade funciona porque todos contribuem para ela, ou seja, se você conhecer um local fantástico pode criar uma cache e publica-la no site e desta forma ela fica visível para que os outros também a possam visitar.

Uma vez encontrada a caixa e feito o log (assinar o livro dentro da caixa) é só ir ao site e fazer esse mesmo log digitalmente de forma a partilhar com os outros a sua experiência.

É um serviço completamente gratuito mas pode optar pelo mesmo serviço pago que lhe oferece algumas regalias como acesso a caixas que só aparecem no site para quem tem uma conta paga.

Gostou? Já está a meter as coordenadas da caixa mais próxima no seu GPS?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *