Milhares de portugueses que trabalharam em França têm direito a reformas que não reclamam

Publicado Por: Manuel Serol - 17• Dez•2012

Foram feitas contas recentemente e chegou-se ao número 50 mil. Este será aproximadamente o número de trabalhadores portugueses que estiveram a desempenhar funções em França têm direito a reformas que não reclamam. Os milhares que trabalharam durante anos e não reclamaram até à data as reformas deve-se ao facto de não terem informação em relação aos seus direitos.

Senhores de costas

Siga o Jornal Positivo no facebook e receba diariamente todas as notícias positivas de Portugal e do Mundo

O número é avançado pela Srª Gracinda Maranhão da delegação do PS em França. Já em 2008 a Caixa Nacional Francesa de Seguro de Velhice (CNAV) em parceria com a Santa Casa da Misericórdia determinaram que cerca de 60 mil portugueses teriam direito à sua reforma de França e conseguiu-se que cerca de 28 mil a reclamassem.

Passados 4 anos os números são outros mas a situação é a mesma. Por ignorância, ou porque foram mal informados tanto por parte dos serviços em frança como da Segurança Social em Portugal que não indicou convenientemente os direitos que poderiam ser reclamados.

Estes casos são de pessoas que trabalharam durante anos e por isso têm este direito no entanto é de referir que nem todos os ex emigrantes em França são bem sucedidos e têm direito a uma pensão. De forma a evitar os mesmos erros do passado os órgãos responsáveis em Portugal em parceria com os de França estão a levar a cabo mudanças no sentido de garantir que a informação chega a todos os emigrantes portugueses em França.

Será que alguém teu conhecido tem direito e não sabe?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *