Portugueses desempregados são pagos para estudar na Alemanha

Publicado Por: Manuel Serol - 04• Fev•2013

A Alemanha pretende aumentar o número de estudantes no seu país e por sua vez aumentar a possibilidade de reter mão de obra para as suas empresas e Portugal é um os países a quem são oferecidas facilidades. Portugueses desempregados podem agora ver luz ao fundo do túnel sendo pagos para estudar na Alemanha.

Mão Pintada com cores da Alemanha

Segue o Jornal Positivo no facebook e recebe diariamente todas as notícias positivas de Portugal e do Mundo

Todo e qualquer português que esteja desempregado, mesmo que seja recém licenciado, pode concorrer para este programa desde que esteja devidamente inscrito no Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP) e a sua idade esteja compreendida entre 18 e 35 anos.

Os candidatos irão para Alemanha estudar alemão durante um período de 3 anos de forma a ficarem capacitados a comunicar fluentemente como o resto da comunidade e assim poder crescer profissionalmente no país. Durante os 3 anos de estudo os alunos irão igualmente estagiar em empresas no país ao mesmo tempo que são remunerados.

Para o primeiro ano de estudo está definida uma mensalidade entre os 429 e os 549 euros sendo que no segundo ano o valor aumenta para até 625 euros e no ultimo ano pode chegar aos 800 euros. Os valores dependem da área profissional onde já têm formação ou experiência sendo que as áreas mais procuradas são as engenharias, tecnologias de informação, mecânica, turismo e saúde.

No site oficial da campanha “job of my life” que de momento ainda não tem a sua versão em inglês ativa e não se sabe se terá em português, pode-se encontrar toda a informação com mais detalhe mas de momento só em alemão.

Já a partir do próximo dia 19 do corrente mês irão decorrer pelas principais cidades do país campanhas de sensibilização acerca deste programa sendo dadas todas as informações necessárias para proceder à mudança. As cidades abrangidas são Setúbal, Braga, Portimão, Porto, Coimbra, Faro e Lisboa.

Achas que este poderá ser um bom caminho para o teu futuro?

A imagem é cortesia de domdeen/FreeDigitalPhotos.net

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *