Brasil duplica as suas zonas de preservação

Publicado Por: Manuel Serol - 25• Nov•2012

Já representam 8,8% do território brasileiro todas as áreas criadas especificamente para poupar e manter a natureza. Com este número o Brasil duplica as suas zonas de preservação comparativamente com os dados dos últimos anos.

Área protegida da amazonia

Siga o Jornal Positivo no facebook e receba diariamente todas as notícias positivas de Portugal e do Mundo.

As áreas federais criadas para preservação ambiental em 1992 tinha 157 unidades com 272.942 quilómetros quadrados o que atualmente é 310 áreas totalizando 750.476 quilómetros quadrados que equivale a 8.8% do território nacional. Os dados foram avançados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Há dois tipos de zonas, umas (“proteção integral”) em que é proibida a presença de populações permanentes e vedada qualquer ativiade económica, nas outras áreas chamadas de “uso sustentável” são autorizadas e incentivadas a permanência de populações nativas que podem desenvolver atividades económicas preferencialmente de subsistência.

Na zona norte do país encontram-se 77% dessas unidades de conservação, principalmente no Amazonas (29,8%) e Pará (19,7%). A floresta Amazonia é uma das que restringe por completo qualquer tipo de atividade. Essas áreas totalmente vedadas a moradias cresceram 115% nos últimos 20 anos, passando de 168.837 quilômetros quadrados em 1992, para 362.934 quilômetros quadrados em 2012.

Que achas destes números?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *