Sertã: Festival de gastronomia promove maranho e bucho

Publicado Por: Sónia Serol - 07• Jul•2012

A vila da Sertã, no distrito de Castelo Branco, organiza este fim-de-semana a segunda edição do Festival de Gastronomia do Maranho e Bucho.

«No princípio não foi fácil implementá-los, mas hoje é impossível não ter maranho e bucho nas nossas ementas», garante Carlos Marçal. Foi nos restaurantes deste empresário local e pela mão da sua mulher que também nasceu a sopa de peixe, outra especialidade local. A Câmara Municipal da Sertã, que organiza o festival, decidiu por isso dedicar a segunda edição do certame a Helena Marçal, falecida em Janeiro deste ano.

«Ela interpretou como ninguém a importância da cozinha regional e foi uma das defensoras mais acérrimas do maranho e do bucho», disse José Farinha Nunes, o presidente da Câmara Municipal da Sertã.

A feira organizada pela autarquia foi promovida em vários centros comerciais das zonas de Lisboa, Porto e Coimbra, com a actuação de grupos de música e folclore do concelho. Uma aposta que é justificada com a importância da gastronomia na economia local.

«A gastronomia é actualmente uma das forças motrizes do concelho da Sertã», disse José Farinha Nunes.

O maranho tem por base a carne de cabra, a que se junta arroz, presunto, chouriço e hortelã. O preparado recheia o bucho da cabra, que é cozido em água.

O bucho recheado é feito com carne e fumeiro de porco, pão e ovos. Depois de cozinhado este preparado recheia o bucho de porco e vai ao forno, explica Carlos Marçal.

«Ao fim de semana temos pessoas que fazem centenas de quilómetros porque são pratos que /não existem noutros lados», garante o empresário.

 

Fonte: Sol

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *